12 hábitos de pessoas genuínas

É suficiente dizer que a inteligência emocional é uma maneira poderosa de concentrar sua energia em uma direção com resultados tremendos.

Mas há uma pegadinha. A inteligência emocional não fará nada por você se você não for genuíno.

Um estudo recente da Foster School of Business da Universidade de Washington descobriu que as pessoas não aceitam demonstrações de inteligência emocional pelo seu valor nominal. Eles são céticos demais para isso. Eles não querem apenas ver sinais de inteligência emocional. Eles querem saber que é genuíno – que suas emoções são autênticas.

De acordo com a pesquisadora Christina Fong, quando se trata de seus colegas de trabalho, “eles não são apenas autômatos irracionais. Eles pensam nas emoções que veem e se importam se são sinceros ou manipuladores ”.

O mesmo estudo descobriu que os líderes sinceros são muito mais eficazes em motivar as pessoas porque inspiram confiança e admiração por meio de suas ações, não apenas de suas palavras. Muitos líderes dizem que a autenticidade é importante para eles, mas líderes genuínos andam a falar todos os dias.

Não basta apenas passar pelos movimentos, tentando demonstrar qualidades associadas à inteligência emocional. Você tem que ser genuíno.

Você pode fazer uma checagem para descobrir como você é genuíno, comparando seu próprio comportamento ao de pessoas que são genuinamente genuínas. Considere as marcas de pessoas genuínas e veja como você se compara.

 

“A autenticidade exige uma certa medida de vulnerabilidade, transparência e integridade.” –Janet Louise Stephenson

 

1 – Pessoas genuínas não tentam fazer pessoas como elas.

Pessoas genuínas são quem são. Eles sabem que algumas pessoas vão gostar deles e outros não. E eles estão bem com isso. Não é que eles não se importem com o fato de outras pessoas gostarem ou não, mas simplesmente que eles não deixarão isso atrapalhar a coisa certa. Eles estão dispostos a tomar decisões impopulares e a assumir posições impopulares, se é isso que precisa ser feito.

Já que pessoas genuínas não estão desesperadas por atenção, elas não tentam se exibir. Eles sabem que, quando falam de maneira amigável, confiante e concisa, as pessoas são muito mais atentas e interessadas no que têm a dizer do que quando tentam mostrar que são importantes. As pessoas captam sua atitude rapidamente e são mais atraídas pela atitude certa do que por quantas pessoas você conhece.

 

2 – Eles não julgam.

As pessoas genuínas têm a mente aberta, o que as torna acessíveis e interessantes para os outros. Ninguém quer ter uma conversa com alguém que já tenha formado uma opinião e não esteja disposto a ouvir.

Ter uma mente aberta é crucial no local de trabalho, pois acessibilidade significa acesso a novas ideias e ajuda. Para eliminar noções preconcebidas e julgamento, você precisa ver o mundo através dos olhos de outras pessoas. Isso não exige que você acredite no que eles acreditam ou toleram o comportamento deles; Significa simplesmente que você deixou de julgar o tempo suficiente para realmente entender o que os faz funcionar. Só então você pode deixá-los ser quem eles são.

 

3 – Eles forjam seus próprios caminhos.

Pessoas genuínas não derivam seu senso de prazer e satisfação das opiniões dos outros. Isso os libera para seguir suas próprias bússolas internas. Eles sabem quem são e não fingem ser outra coisa. Sua direção vem de dentro, de seus próprios princípios e valores. Eles fazem o que acreditam ser a coisa certa, e não são influenciados pelo fato de que alguém pode não gostar disso.

 

4 – Eles são generosos.

Todos nós trabalhamos com pessoas que constantemente retêm algo, seja conhecimento ou recursos. Eles agem como se tivessem medo de ofuscar o acesso a tudo que você precisa para fazer o seu trabalho. As pessoas genuínas são infalivelmente generosas com quem sabem, o que sabem e os recursos aos quais têm acesso. Eles querem que você faça bem mais do que qualquer outra coisa, porque eles são jogadores de equipe e eles estão confiantes o suficiente para nunca se preocupar que seu sucesso pode fazê-los parecer ruins. Na verdade, eles acreditam que seu sucesso é o sucesso deles.

 

5 – Eles tratam todos com respeito.

Seja interagindo com seus maiores clientes ou servidores recebendo seus pedidos de bebida, pessoas genuínas são infalivelmente educadas e respeitosas. Eles entendem que não importa o quão bons eles sejam para as pessoas com as quais eles almoçam, tudo é em vão se essas pessoas os testemunharem se comportando mal com os outros. Pessoas genuínas tratam todos com respeito porque acreditam que não são melhores que ninguém.

 

6 – Eles não são motivados por coisas materiais.

Pessoas genuínas não precisam de coisas brilhantes e extravagantes para se sentirem bem. Não é que eles pensem que é errado sair e comprar os itens mais recentes e melhores para mostrar seu status; eles simplesmente não precisam fazer isso para serem felizes. Sua felicidade vem de dentro, bem como dos prazeres mais simples – como amigos, família e senso de propósito – que tornam a vida rica.

 

7 – Eles são confiáveis.

As pessoas gravitam em direção àqueles que são genuínos porque sabem que podem confiar neles. É difícil gostar de alguém quando você não sabe quem eles realmente são e como eles realmente se sentem. Pessoas genuínas querem dizer o que dizem, e se elas se comprometem, elas mantêm isso. Você nunca ouvirá uma pessoa verdadeiramente genuína dizer: “Ah, acabei de dizer isso para que a reunião termine mais rápido”. Você sabe que, se eles disserem alguma coisa, é porque acreditam que seja verdade.
8 – Eles são de pele espessa.

As pessoas genuínas têm um senso de auto forte o suficiente para não sair por aí vendo ofensas que não estão lá. Se alguém critica uma de suas idéias, não trata isso como um ataque pessoal. Não há necessidade de tirar conclusões precipitadas, sentir-se insultado e começar a tramar sua vingança. Eles são capazes de avaliar objetivamente o feedback negativo e construtivo, aceitar o que funciona, colocá-lo em prática e deixar o resto para trás sem desenvolver ressentimentos.

 

9 – Eles guardaram seus telefones.

Nada te deixa louco como uma mensagem de texto no meio da conversa ou até mesmo uma rápida olhada no seu telefone. Quando as pessoas genuínas se comprometem com uma conversa, concentram toda a sua energia naquilo. Você descobrirá que as conversas são mais agradáveis e eficazes quando você mergulha nelas. Quando você aborda roboticamente as pessoas com conversa fiada e é amarrado ao telefone , isso coloca os cérebros no piloto automático e impede que eles tenham uma afinidade real com você. Pessoas genuínas criam conexão e encontram profundidade mesmo em conversas curtas e cotidianas. Seu interesse genuíno por outras pessoas facilita a eles fazer boas perguntas e relacionar o que lhes é dito a outras facetas importantes da vida do falante.

 

10 – Eles não são movidos pelo ego.

As pessoas genuínas não tomam decisões com base em seus egos porque não precisam da admiração dos outros para se sentirem bem consigo mesmas. Da mesma forma, eles não buscam os holofotes nem tentam levar crédito pelas realizações de outras pessoas. Eles simplesmente fazem o que precisa ser feito sem dizer: “Ei, olhe para mim!”

 

11 – Eles não são hipócritas.

Pessoas genuínas praticam o que pregam. Eles não dizem para você fazer uma coisa e depois fazem o mesmo. Isso é em grande parte devido à sua autoconsciência. Muitos hipócritas nem sequer reconhecem seus erros. Eles são cegos para suas próprias fraquezas. Pessoas genuínas, por outro lado, resolvem seus próprios problemas primeiro.

 

12 – Eles não se gabam.

Todos nós trabalhamos com pessoas que não conseguem parar de falar sobre si mesmas e sobre suas conquistas. Você já se perguntou por quê? Eles se gabam e se gabam porque são inseguros e temem que, se não indicarem suas realizações, ninguém irá notar. Pessoas genuínas não precisam se gabar. Eles estão confiantes em suas realizações, mas também percebem que quando você realmente faz algo que importa, ele tem seus próprios méritos, independentemente de quantas pessoas percebem ou apreciam isso.

Pessoas genuínas sabem quem são. Eles estão confiantes o suficiente para estarem confortáveis em sua própria pele. Eles estão firmemente ancorados na realidade, e estão verdadeiramente presentes em cada momento porque não estão tentando descobrir a agenda de outra pessoa ou se preocupar com os seus.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp